Translucência Nucal

Durante o segundo e terceiro trimestres da gestação, o acúmulo anormal de fluido, na região da nuca do feto, pode ser classificado como higroma cístico ou edema nucal. Em cerca de 75% dos fetos com higroma cístico, existe anomalia cromossômica e, em cerca de 95% dos casos, trata-se da síndrome de Turner 45. O edema nucal pode ter diversas etiologias. As anomalias cromossômicas são encontradas em cerca de um terço dos fetos e, em 75%, a anomalias é trissomia do 21 ( síndrome de Down) ou 18 ( síndrome de Edwards). O edema nucal também está associado defeitos cardiovasculares e pulmonares, displasias esqueléticas, infecção congênita e alterações metabólicas e hematológicas. Conseqüentemente, o prognóstico para os fetos que apresentam edema de nuca e têm cariótipo normal é ruim 46.

Saiba mais ...

Medida da Translucencia Nucal

1 - A medida mínima do Comprimento-Cabeça-Nádegas (CCN) deve ser de 45mm e no máximo de 84mm. A idade gestacional ideal para avaliação da TN é de 11 até 13 semanas e 6 dias. A taxa de sucesso na obtenção da medida da TN neste período é de 98-100%, com queda para 90% à partir da 14a semanas. (Medida do CCN entre 45 - 84mm; idade gestacional entre 11-14 semanas)

2 - Os resultados utilizando a via transabdominal e via transvaginal são semelhantes, porém a via transvaginal a reprodutibilidade é maior.

3 - Deve ser obtida um bom corte sagital, para a medida do CCN.

4 - O feto deve ocupar 3/4 da tela (Figura 1). Este processo de magnficação deve ocorrer de forma que cada aumento na distância dos calipers deverá ser de somente 0,1mm.

5 - Deve-se ter cuidado ao se distinguir entre a pele fetal e o amnio, porque nesta fase da gestação ambas as estruturas aparecem como finas membranas. Isto pode ser obtido esperando um movimento fetal espontâneo para longe da membrana amniótica, pode-se solicitar para a mãe tossir ou mexer no baixo ventre para provocar um movimento fetal.

6 - A espessura máxima da translucência sub-cutânea entre a pele e a pele que recobre a região cervical fetal deve ser colocado os calipers como na figura 2. Durante o exame, mais de uma medida deve ser realizada, sendo que a maior medida deve servir como referência.

7 - A Translucência Nucal deve ser medida com o feto em posição neutra. Quando o feto está hiperextendido a medida da TN pode estar aumentada em 0,6mm e quando o feto está fletido, a medida pode estar diminuida em 0,4mm. (Whitlow et al, 1998).

8 - O cordão umbiliacal pode estar na região cervical fetal em aproximadamente 5-10% dos casos, podendo produzir uma falsa impressão de aumento da espessura da TN, adicionando 0,8mm à medida da TN (Schaefer et al, 1998). Nestes casos, as medidas da TN acima ou abaixo do cordão são diferentes, portanto alterando o cálculo do risco, sendo mais apropriado usar a menor medida.

Saiba mais ...